ÚLTIMAS

dia nacional de combate ao contrabando 2016

Bárbara Lobato Combate ao contrabando representa quase metade dos inquéritos da PF Quase cinco mil investigações foram abertas entre 2010 e junho de 2015
PRF intensifica fiscalização de condutas imprudentes no quilometro trinta e cinco da BR-040 (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Bárbara Lobato Governo entregou cinco dos 22 scanners de fiscalização prometidos à PRF Equipamentos estavam previstos no Plano Estratégico de Fronteiras, do Ministério da Justiça
14/07/2015- A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) desencadeou nesta terça-feira (14/7) a primeira de uma série de operações de fiscalização em pontos estratégicos nas rodovias. O objetivo da Operação Impacto Fiscal é cumprir a diretriz do governo mineiro, de intensificar as ações de controle fiscal sobre o fluxo de mercadorias em trânsito, coibindo a sonegação e incrementando a receita estadual.A ação também marca o início da parceria firmada entre a SEF e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que deu total apoio aos agentes fiscais. A Polícia Militar (PM) também esteve presente. A operação desta terça foi realizada, simultaneamente, em 25 pontos, estrategicamente definidos, em 24 municípios.
Carlos Pinheiro-Torres Contrabando em perspectiva: subprodutos e consequências Um comportamento ilegal tende a se associar a outro, o que acarreta associações criminosas
The Law
Raquel Alves Frente Parlamentar quer aumentar punições para revendedor de contrabando Projeto prevê fechamento do comércio e cassação do CNPJ
Combate_Pirataria_7712
Iuri Dantas Contrabandista brasileiro “necessita ter uma certa ostentação”, diz chefe de Vigilância da Receita Gilberto Tragancin conta que dólar alto freia consumo e cortes prejudicam fiscalização
Crédito @pixabay mundo, globo terrestre, mapa
Fábio Medina Osório Fronteiras desprotegidas, governo irresponsável Omissão do governo federal no policiamento das fronteiras pode caracterizar improbidade
Diversos órgãos estaduais e federais de segurança e fiscalização reforçam, desde a manhã desta segunda-feira, 10, as divisas e fronteiras do Pará, com o objetivo de combater a entrada de drogas, armas de fogo, munições e explosivos ilegais e contrabando de outras mercadorias nos do Estado, e intensificar a prevenção de crimes a grupos de vulneráveis dessas localidades, como o tráfico humano e a prostituição infantil

FOTO: CRISTINO MARTINS/ AG. PARÁ
DATA: 09.11.2014
BELÉM - PARÁ
Veja Mais
1 de 1